Saxofonista James Moody, um dos pais do bebop, morre aos 85 anos

Publicado: dezembro 11, 2010 em Notícia

O saxofonista James Moody em foto de 2008
(Foto: Fred Prouser/Reuters).

O saxofonista americano James Moody, um dos pais do bebop, o estilo do jazz desenvolvido nos anos 40, morreu na quinta-feira aos 85 anos de câncer de pâncreas em San Diego (Califórnia, oeste), informou nesta sexta-feira sua esposa, Linda Moody, em um comunicado.

“Meu doce, querido e precioso marido morreu hoje (quinta-feira) após dez meses lutando contra o câncer de pâncreas”, revelou a esposa do músico. “Meu grande desejo era garantir que Moody transcendesse pacífica e calmamente, e nos encontrávamos na residência para doentes de San Diego desde segunda-feira”, explicou.

Moody era considerado uma instituição do jazz por ter sido um dos participantes da criação do bebop, um estilo musical do jazz que se desenvolveu nos anos 40 por iniciativa de Dizzy Gillespie, Charlie Parker, Max Roach, Bud Powell e Thelonious Monk.

Como muitos músicos da época, o intérprete de “Moody’s mood for love” começou a dar seus primeiros passos na arte em uma banda da Força Aérea e, após a guerra, juntou-se a Dizzy Gillespie, seu grande modelo.

O funeral do saxofonista, nascido no dia 26 março de 1925 em Savannah (Geórgia, sul), será uma cerimônia pública no dia 18 de dezembro no Greenwood Memorial Park de San Diego, sul da Califórnia.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s