Arquivo da categoria ‘Green Day’

O vocalista Billie Joe Armstrong agitou o público com os clássicos She e When I Come Around.

O último show do Green Day em sua curta turnê pelo Brasil, realizado na noite desta quarta-feira (20) em São Paulo, não podia ter sido melhor.

Uma verdadeira aula de entretenimento, com direito a irreverência, bom-humor, competência e muito punk pop.

O show começou às 21h34, antes do que muitos esperavam. O trio entrou em cena tocando músicas do mais recente álbum, 21st Century Breakdown, e na terceira canção (Know Your Enemy) já havia ganho a plateia que lotava a Arena Anhembi.

Billie Joe Armstrong (vocal e guitarra), Mike Dirnt (baixo) e Tre Cool (bateria) se mostraram à vontade no palco. Eles tiveram a seu lado mais três músicos de apoio, tocando guitarra, teclados e sax.

Com menos de meia hora de performance, um fã já havia entrado no palco. Outro entraria mais tarde, convidado a interpretar um sucesso do trio punk.

O desconhecido brasileiro foi elogiado por Armstrong, que garantiu ter sido ele o mais doido e o melhor dos convidados na turnê, ganhando uma guitarra do roqueiro americano de presente. Valeu a cara de pau!

Beirando a casa dos 40 anos de idade, os integrantes do Green Day provaram que juventude é acima de tudo um estado de espírito, pois esbanjaram energia.

O repertório incluiu canções das várias fases dos 20 anos de carreira do trio, com direito a Boulevard Of Broken Dreams, She, When I Come Around, Minority e American Idiot.

Como tem sempre ao menos um guitarrista tocando com ele em cada música, Armstrong deixou o instrumento em segundo plano e se concentrou mais nos vocais e presença cênica, dominando o palco como só os grandes roqueiros sabem.

Em dois momentos, a banda resolveu fazer pequenos pot-pourrys de hits roqueiros.

O primeiro incluiu trechos de Iron Man (Black Sabbath), Rock and Roll (Led Zeppelin), Sweet Child O’ Mine (Guns N’ Roses), Highway to Hell (AC/DC) e Baba O’Riley (The Who).

No segundo, ainda mais divertido, tivemos Shout (Isley Brothers), Break On Through (The Doors), (I Can’t Get No) Satisfaction (Rolling Stones) e Hey Jude (Beatles). Antes, teve até imitação de Elvis Presley por parte do saxofonista.

Quem esteve na superlotada pista vip ganhou um brinde não muito agradável em uma noite fria: vários banhos de água atirada de esguicho pilotado por Armstrong.

Do início no punk rock tocando em pequenos bares, o Green Day hoje é uma banda capaz de lotar estádios.

Eles são, guardadas as devidas proporções, uma espécie de The Clash da sua geração, evoluindo musicalmente e incluindo elementos de power pop, rock dos anos 70 e até folk na sua sonoridade.

Após mais de duas horas e meia de show, ficou claro que Armstrong, Dirnt e Cool são mestres naquilo que fazem.

Sem grandes recursos de iluminação ou de cenário, a banda segura os fãs pela qualidade de seu rock e agitação das performances, como faziam os pioneiros dos anos 50, 60 e 70. Oba!
Fonte:R7

Anúncios

Banda norte-americana Green Day durante entrevista coletiva em São Paulo (13/10/2010).

O trio norte-americano Green Day desembarcou no Brasil nesta semana para uma série de quatro apresentações no mês de outubro. A banda toca nesta quarta (13) no Gigantinho, em Porto Alegre, na sexta (15) no HSBC Arena, no Rio de Janeiro, no domingo (17) no Ginásio Nilson Nelson, em Brasília e, por fim, na quarta-feira (20) na Arena Anhembi, em São Paulo.

Já são 12 anos desde a última visita do Green Day ao país, mas o vocalista e guitarrista Billie Joe Armstrong parece não ter sentido os efeitos do tempo. “Este é o final da turnê, será uma grande celebração. Estamos no Brasil e isso faz com que eu me sinta jovem. Vamos arrebentar”, disse durante coletiva de imprensa na tarde desta quarta em São Paulo.

A banda, que classifica o show de 1998 por aqui como “selvagem”, não sabe o que esperar desta vez, mas avisa que a apresentação será longa, com duração entre 2h30 e 3h. “É um set comprido. Tocamos um pouco de tudo. Claro, terá ‘Basket Case’, mas também músicas do ‘Kerplunk’, ‘Nimrod’, ‘Insomniac’, além de coisas do ‘American Idiot’ e ’21st Century Breakdown’, é claro”, disse o vocalista.

Billie Joe também confirmou que o Green Day está registrando todos os shows da turnê para o lançamento de um futuro álbum ao vivo e que as apresentações brasileiras não serão exceção. “No final de turnê, vamos ouvir tudo e escolher uma música de cada país”.

Juntos desde 87 e com os mesmos integrantes desde o começo da década de 90, o grupo que ainda conta com Mike Dirnt (baixo) e Tré Cool (bateria) comparou a um casamento o fato de estarem em uma banda, embora não atribua o sucesso à sua duradoura formação. “Estou casado com minha mulher há 17 anos, mas não sei se é por isso que dá certo”, disse Billie Joe. “Você deve manter o sexo sujo e as brigas limpas”, brincou.

O vocalista comentou ainda sobre a pulverização da música nos dias de hoje. “Pessoas querem ouvir canções de formas direfentes. A indústria musical ainda não sabe direito o que fazer e, embora tenhamos uma preferência pelo vinil, não ligamos para o formato, desde que a música seja lançada”.

FLÁVIO SEIXLACK
Da Redação UOL

Divulgação

O Green Day está na estrada há mais de 20 anos

O Green Day anunciou o lançamento de um disco ao vivo. A banda americana, há mais de 20 anos na estrada e que fez sucesso com seu lançamento mais recente, 21st Century Breakdown, de 2009, anunciou que estava gravando o disco em um show em Denver, no Colorado, no fim de semana.
Uma das canções apresentadas é inédita. Trata-se de Cigarrettes and Valentines, anteriormente prevista para virar a faixa-título de um disco que seria lançado depois do álbum Warning, de 2000.

A banda estava perto de terminar a gravação do álbum, com sonoridade punk, quando todas as fitas masters foram roubados. Em vez de refazer tudo, eles começaram a gravar novas canções, no que virou depois o clássico disco American Idiot.

O disco ao vivo ainda não tem título ou data prevista para seu lançamento. O Green Day fará shows no Brasil nos dias 13 (Porto Alegre), 15 (Rio de Janeiro), 17 (Brasília) e 20 (São Paulo) de outubro.

O grupo norte-americano Green Day se apresentará no Brasil em outubro deste ano, segundo informação da coluna de Mônica Bergamo, da Folha de São Paulo, confirmada pela assessoria de imprensa da Warner.

De acordo com a coluna, a banda assinou esta semana o contrato, e deve se apresentar em São Paulo e no Rio de Janeiro, mas outras informações a respeito dos shows ainda não foram divulgadas.

VEJA TODAS AS NOTÍCIAS SOBRE GREEN DAY

Atualmente, o Green Day se dedica à turnê mundial do álbum “21st Century Breakdown”, lançado no ano passado. Em entrevista na ocasião de lançamento do CD, Billie Joe Armstrong animou seus fãs ao falar sobre a possível duração de cada show: “Cada show pode durar de duas até quatro horas. Queremos mostrar a (Bruce) Springsteen quanto vale seu dinheiro. Acho que se o show mais longo dele for de cinco horas, o Green Day deve fazer um de seis!”, brincou o músico.