Arquivo da categoria ‘Guns N’ Roses’


A Secretaria Especial de Turismo do Rio (Riotur) informou no início da noite deste domingo (13) que o show da banda Guns N’ Roses, marcado para a Praça da Apoteose, no Centro do Rio, foi cancelado por causa das chuvas.

O órgão municipal fez um apelo para que nenhum fã vá para Apoteose.

Os organizadores divulgaram nota oficial informando que vão avaliar os danos no palco provocados pelos ventos e decidirão se haverá um novo show.

Nota dos organizadores

A nota da Time for fun, empresa organizadora do show, é a seguinte:

“Em função do forte temporal acompanhado de ventos de alta velocidade no final da tarde na cidade do Rio de Janeiro, a TIME FOR FUN, promotora da turnê no país, comunica o cancelamento da apresentação na Praça da Apoteose, que estava agendada para esta noite.
Tão logo sejam avaliados os danos na estrutura do palco, será informada uma possível nova apresentação”.

Ponte e Santos fecharam

A chuva levou ao fechamento da Ponte Rio-Niterói por 40 minutos. Às 19h15, a CET-Rio informou que a pista sentido Niterói foi liberado, mas manteve a interdição na pista em sentido Rio por falta de visibilidade.

O Aeroporto Santos Dumont, no Centro, também está fechado para pousos e decolagens. Houve queda de energia em alguns pontos da cidade. Segundo a Light, foram afetados Centro, São Cristovão, Vila Isabel, Tijuca, Caju, Engenho de Dentro e Maracanã.

Segundo a assessoria de imprensa da concessionária, o vento forte seria o responsável pelos problemas no fornecimento. O serviço 0800, que registra reclamações da empresa, está fora do ar.

A Defesa Civil municipal informa que o Rio de Janeiro está em estado de atenção devido às chuvas que caem neste início de noite de domingo (13). A previsão é de chuva moderada com pancadas fortes nas próximas horas. Até as 18h30, não havia nenhum chamado de gravidade, segundo a Defesa Civil.

A chuva provocou a queda de energia elétrica em vários pontos da cidade, inclusive no Engenho de Dentro, no subúrbio, onde a partida entre o Botafogo e Olaria, no estádio do Engenhão, válida pelo campeonato estadual, esteve suspensa por mais de 15 minutos.

Ainda segundo o órgão,o Sistema de Gestão de Risco de Crises (Sigeric) já está mobilizado e até o momento nenhuma ocorrência grave foi registrada.

O ex-Skid Row Sebastian Bach. (Foto: Divulgação)

Sebastian Bach, ex-vocalista da banda de hair metal Skid Row, vai cantar com o Guns N’ Roses durante a turnê do grupo no Brasil em março deste ano. Ele vai abrir todos os shows da banda de Axl Rose no país.

Sebastian, que deixou o Skid Row em 1996, vem ao país com seu projeto solo. Seu último álbum é “Angel down”, de 2007, que conta com contribuições de Axl. Em 2010 o cantor planeja lançar dois álbuns, um de rock e outro de country.

A passagem do Guns N’ Roses pelo Brasil – primeira desde o show no Rock in Rio 3 de 2001 – começa por Brasília (7/3), segue para Belo Horizonte (10/3), São Paulo (13/3) e Rio de Janeiro (14/3) e se encerra em Porto Alegre (16/3).
Os shows fazem parte da turnê de divulgação do álbum “Chinese democracy”, lançado em novembro de 2008. Além das faixas do novo trabalho, o repertório das apresentações inclui clássicos antigos da banda, como “Sweet child o’mine”, “November rain” e “Welcome to the jungle”.

Da formação clássica do Guns N’ Roses, apenas o vocalista Axl Rose e o tecladista Dizzy Reed ainda integram a banda. Os outros músicos são Tommy Stinson (baixo), Bumblefoot (guitarra), Chris Pitman (teclados e baixo),
DJ Ashba (guitarra), Richard Fortus (guitarra e violão) e Frank Ferrer (bateria).

Axl Rose durante show do Guns N’Roses (Foto: Divulgação)
A banda Guns N’ Roses fará cinco shows no Brasil em março de 2010. As apresentações e datas foram confirmadas nesta terça-feira (22) pela produtora Time For Fun.

A passagem do grupo pelo Brasil – primeira desde o show no Rock in Rio 3 de 2001 – começa por Brasília (7/3), segue para Belo Horizonte (10/3), São Paulo (13/3) e Rio de Janeiro (14/3) e se encerra em Porto Alegre (16/3).

As vendas dos ingressos serão feitas a partir de janeiro em duas etapas, primeiro para clientes dos cartões Credicard, Citibank e Diners, e uma semana depois para os demais interessados. As datas de pré-vendas e vendas abertas das entradas são respectivamente: Brasília (11/1 e 18/1), Belo Horizonte (13/1 e 20/1), Rio de Janeiro (15/1 e 22/1), Porto Alegre (18/1 e 25/1) e São Paulo (20/1 e 27/1). Outras informações serão divulgadas em breve pela produtora.

Os shows fazem parte da turnê de divulgação do álbum “Chinese democracy”, lançado em novembro de 2008. Além das faixas do novo trabalho, o repertório das apresentações inclui clássicos antigos da banda, como “Sweet child o’mine”, “November rain” e “Welcome to the jungle”.

Da formação clássica do Guns N’ Roses, apenas o vocalista Axl Rose e o tecladista Dizzy Reed ainda integram a banda. Os outros músicos são Tommy Stinson (baixo), Bumblefoot (guitarra), Chris Pitman (teclados e baixo),
DJ Ashba (guitarra), Richard Fortus (guitarra e violão) e Frank Ferrer (bateria).

Axl Rose e sua banda podem voltar a tocar no Brasil em 2010 (Foto: Reuters)

O grupo americano Guns N’ Roses deve fazer uma temporada de shows na América do Sul em 2010, de acordo com informações publicadas no site oficial da banda nesta quinta-feira (26). A página mostra que o grupo planeja apresentações na região entre 10 de março e 10 de abril.

Recentemente, o Guns N’ Roses anunciou o início de sua turnê mundial de promoção do álbum “Chinese democracy”, o primeiro em 15 anos lançado pelo grupo liderado por Axl Rose.

Ainda de acordo com o site, a banda tem shows previstos para 11 de dezembro em Taipei, em Taiwan, em 13 de dezembro em Seul, na Coreia do Sul, e em 16 e 19 do mesmo mês em Osaka e Tóquio, no Japão. Em seguida, entre 13 de janeiro e 4 de fevereiro, o Guns viaja pelo Canadá.

Lançado em novembro de 2008, “Chinese democracy” é o primeiro disco do Guns N’ Roses desde o álbum de covers “The spaghetti incident”, de 1993. Os últimos discos de inéditas haviam sido “Use your illusion”, volumes 1 e 2, de 1991. Contando apenas com Axl Rose da formação original, as vendas do último disco foram consideradas abaixo das expectativas, chegando ao terceiro lugar das paradas nos EUA.

O cantor Axl Rose, do Guns N’ Roses. (Foto: Divulgação)

Duas gravadoras independentes processaram a banda Guns N’ Roses em US$ 1 milhão, alegando que o grupo usou partes de duas canções de um músico alemão em seu mais recente álbum, “Chinese democracy”.

O Guns N’ Roses e o selo Interscope-Geffen A&M sofreram ações do selo britânico Independiente e do braço norte-americano da Domino Recording Company, que possuem os direitos de canções do artista de música eletrônica Ulrich Schnauss.

De acordo com o processo, o vocalista Axl Rose, os membros da banda e os produtores do álbum copiaram trechos de duas canções de Schnauss – “Wherever you are” e “A strangely isolated place” – em uma música chamada “Riad N’ the bedouins”.

A ação legal, apresentada na sexta-feira, mas divulgada nesta segunda (5), busca US$ 1 milhão por danos. Nenhum porta-voz da Interscope-Geffen A&M estava disponível para comentar.

“Chinese democracy”, o primeiro álbum da banda em 17 anos e lançado em novembro passado, teve vendas decepcionantes.