Arquivo da categoria ‘Música Brasileira’

A cantora Diana Krall. (Foto: Divulgação)

É antiga a relação de amor entre o jazz e a música brasileira, que ainda hoje dá mostras de que o namoro é mesmo firme e que os gêneros continuam se misturando. Prova disso são os álbuns recentemente lançados pela norte-americana Jane Monheit e pela canadense Diana Krall, ambos trazendo composições de nomes consagrados da bossa-nova e da MPB.

Uma viagem ao Brasil em 2007 foi o que inspirou Diana Krall a dedicar seu 12º disco à bossa-nova -inclusive ela esteve por aqui novamente no ano passado, cantando em homenagem ao aniversário de 50 anos do gênero musical e gravando um DVD, intitulado “Live in Rio”, que está previsto para sair em maio.

O disco de Diana Krall ganhou o nome de “Quiet nights”, título em inglês para “Corcovado”, e traz no encarte uma grande foto do Rio de Janeiro. O repertório faz um mix de clássicos do jazz, como “Where or when”, famosa na voz de Frank Sinatra, com canções de Tom Jobim, como “Garota de Ipanema”, que ganhou adaptação e virou “The boy from Ipanema”, e ” Este seu olhar”, cantada num português macarrônico. Além, claro, da canção que dá nome ao CD.

O disco traz ainda “So nice”, versão em inglês de “Samba de verão”, assinada pelos irmãos Marcos e Paulo Sérgio Valle. E conta com a participação do arranjador Claus Ogerman, que trabalhou tanto com Sinatra quanto com Jobim.

Já Jane Monheit, em “The lovers, the dreamers and me”, segue basicamente a mesma receita, só que ao invés de Tom Jobim, canta Ivan Lins, compositor de quem é fã desde sempre e cujas músicas tem o hábito antigo de gravar. Enquanto sustenta seu repertório de jazz com “Get out of town”, de Cole Porter, traz uma versão em inglês de “Acaso”, de Lins.

O excelente português da cantora -de voz magistral- só pode ser ouvido algumas faixas depois, em “A primeira vez” (de Bide e Armando Marçal), na qual ela se arrisca num simpático samba. Em 2007, a cantora já havia lançado um disco com fortes influências brasileiras, mostrando parcerias com Sérgio Mendes e Ivan Lins, além de apresentar uma canção de Jobim, “Só tinha de ser com você”.

A surpresa deste seu novo disco fica por conta da música de abertura, “Like a star”, composta por Corinne Bailey Rae, famosa pelo hit “Put your records on”.

Anúncios