Arquivo da categoria ‘Musical’

Ninguém disse que ia ser fácil fazer um musical sobre um herói com superpoderes, não é mesmo? “Spider Man: Turn Off the Dark“, o título oficial do musical sobre o Homem-Aranha com canções de Bono Vox e The Edge do U2, fez sua pré-estréia na Broadway neste domingo, mas nem os US$ 65 milhões de dólares investidos o salvaram de problemas técnicos razoáveis.

O próprio herói teve que ser socorrido (ironia!), após ficar pendurado a 10 pés de altura do público, causando o encerramento prematuro da primeira parte do espetáculo. Pessoas da produção tentaram puxar o “Aranha” pelo pé, arrancando risos da platéia. O ator Reeve Carney, que interpreta o papel principal, também teve que pedir ajuda para se livrar de cabos em determinado momento, causando uma intervenção maior do que o esperado.

Mas em geral, a recepção do público foi boa e a expectativa para a estréia é grande! O espetáculo chega ao grande público no Foxwoods Theatre no dia 11 de janeiro e ainda conta com Jennifer Damiano e Patrick Page nos papéis de Mary Jane Watson e do vilão Duende Verde, respectivamente. Como Bono já havia dito, “foi mais difícil do que havíamos jamais pensado”.

Fonte: NME
Foto: Reprodução

Reprodução

Clear Blue Tuesday é um drama musical rock indie

musical sobre os atentados de 11 de setembro de 2001 estreará na próxima sexta-feira em um cinema de Nova York, anunciaram os produtores da fita.
Clear Blue Tuesday (Terça-feira de céu claro, numa tradução literal) conta a vida de 11 nova-iorquinos em sete terças-feiras de sete anos posteriores aos atentados que derrubaram as torres-gêmeas, matando 3.000 pessoas.

Definido como um drama musical rock indie, o espetáculo mostra personagens transformados pelo amor, o desejo, a arte, a ambição, a fúria, a dor, a fé, o temor, a esperança e a conexão com os outros.

Dirigida por Elizabeth Lucas e interpretada por artistas do mundo do rock e da Broadway, o filme não mostra os atentados propriamente ditos, mas o que acontece depois na vida das pessoas.

O musical trata, em essência, da persistência do amor e a cicatrização das feridas do coração da cidade após a catástrofe, cujo nono aniversário é celebrado na próxima semana.

Susan Boyle, participante do programa ‘Britain’s Got Talent’. (Foto: Reprodução)


O compositor e produtor musical Andrew Lloyd Weber já decidiu quem será a estrela de um de seus próximos espetáculos: Susan Boyle, a desempregada escocesa de 48 anos que se tornou hit em todo o mundo graças à sua voz.

Segundo o jornal britânico “The Sun”, o autor de musicais como “O fantasma da ópera” e “Cats” tornará realidade o sonho de Boyle, que encantou a todos com sua apresentação no programa “Britain’s got talent” e ganhou rapidamente a internet.

“É uma pessoa maravilhosa e uma grande fã dos meus espetáculos. Se quiser estar em um deles, é algo que pode ocorrer”, afirmou o compositor em declarações ao jornal. “Acho que sei que papel ela pode interpretar, mas não vou dizer. Susan tem um grande futuro”, completou Lloyd Weber.

O “Sun” garante que Lloyd Weber almoçou no último fim de semana em Los Angeles com Simon Cowell, diretor do programa de TV que deu fama mundial a Boyle, para falar sobre o futuro da cantora escocesa.

O compositor disse não ter visto sua interpretação da canção “I dreamed a dream”, do musical “Les Miserables”, mas assegura que já tinha visto ela cantar no ano de 1995, quando participou de outro programa. A apresentação mais recente de Boyle já teve mais de 56 milhões de visitas no site de vídeos YouTube.

Fontes da indústria citadas pelo “The Sun” afirmam que a ideia de Lloyd Weber é que Boyle participe de “Evita”, um dos grandes papéis interpretados por Elaine Paige, referência para a escocesa.

Até surgir à fama, Susan dedicava seu tempo como voluntária em uma igreja de Blackburn, pequena localidade próxima a Edimburgo, capital escocesa. Ela ainda vive apenas com seu gato Peebles, mas agora é muito assediada pela imprensa.

Caracterizado como Michael Jackson, o dançarino britânico Ricko Baird apresenta uma cena do musical ‘Thriller Live’, que estreia no Lyric Theatre, em Londres, neste mês (Foto: Joel Ryan/AP)